Os Suportes da Memória Social na Colônia Francesa de Santo Antônio em Pelotas-RS

Outro artigo de Leandro Ramos Betemps sobre a colônia francesa Santo Antonio, perto de Pelotas. Detalhes do modo de vida destes imigrantes, as atividades economicas deles a travez da historia . Veja mais

Anúncios

Aspectos da colonização francesa em Pelotas

A presença francesa em Pelotas
A imigração francesa foi de grande importância na região do município de Pelotas, pois deu contribuição inestimável ao seu de-senvolvimento. Na zona rural, através das plantações de uvas e fabricação de vinhos e na zona urbana com o desempenho principalmente no comércio, educação e cultura, sempre com grande benefício à cidade. A presença francesa em Pelotas é antiga e deu-se inicialmente com a passagem de viajantes que não se fixaram aqui, como no caso de Auguste de Saint-Hilaire (1820), Arsène Isabelle (1834) e Conde d’Eu (1865), que deixaram suas observações, ou profissionais liberais como o engenheiro Gregório Howyan, com o projeto de saneamento para Pelotas, e os arquitetos Dominique Pineau e Dominique Villard, responsáveis pela construção do prédio da Escola Eliseu Maciel. Veja mais

Estudo da influência cultural francesa no Rio Grande do Sul

Em 1870, por iniciativa do governo do Rio Grande do Sul, três colônias francesas foram criadas: Colônia de São Feliciano, atual Dom Feliciano; Colônia Dona Isabel, atual Bento Gonçalves; e a Colônia de Conde d’Eu, hoje Garibaldi. Veja mais