Museu Paulista da Universidade de São Paulo | São Paulo

O Museu Paulista da Universidade de São Paulo, conhecido também como Museu do Ipiranga ou simplesmente Museu Paulista, é um museu brasileiro localizado na cidade de São Paulo, sendo parte do conjunto arquitetônico do Parque da Independência. É o mais importante museu da Universidade de São Paulo e um dos mais visitados da capital paulista. É responsável por um grande acervo de objetos, mobiliário e obras de arte com relevância histórica, especialmente aquelas que possuem alguma relação com a Independência do Brasil e o período histórico correspondente. Uma das obras mais conhecidas de seu acervo é o quadro de 1888 do artista Pedro Américo, “Independência ou Morte”.

Anúncios

Históricos de Natividade (RJ) e de Carangola (MG)

Natividade

Histórico

A história da colonização das terras que fazem parte do Município de Natividade tem seu início entre 1821 e 1831. O desbravador da região foi José Lannes (ou de Lana) Dantas Brandão que, segundo alguns autores, teria pertencido à Milícia de D. João VI e, segundo outros, teria sido desertor da força pública de Ponte Nova, Minas Gerais… Veja aqui

Livraria da Travessa | Rio de Janeiro


Livraria da Travessa – Ipanema
Rua Visconde de Pirajá, 572
cep. 22410-002 .t. (21) 3205-9002

Livraria da Travessa – Ouvidor
Travessa do Ouvidor, 17
cep. 20040-040 .t. (21) 2505-0400

O papel da família Lannes na região de Natividade (RJ)

A cidade de Natividade de Carangola (no limite com Minas Gerais) foi marcada pela presença da família Lannes. Nesse artigo, descobrimos também que a história do Guido Marlière estava ligada às famílias Monlevade, Lannes, Bréthel, aos Franceses instalados na região por motivos diferentes. Leia aqui

Berthe Morisot

Berthe Morisot (Bourges, Cher, 14 de janeiro de 1841 — Paris, 2 de março de 1895)  foi uma pintora impressionista francesa. (…)

Gustave Caillebotte

Gustave Caillebotte (19 de Agosto de 1848 – 21 de Fevereiro de 1894) foi um pintor francês, membro e patrono de um grupo de artistas conhecido como impressionistas, colecionador de selos e engenheiro de iates.

Gustave Caillebotte nasceu em 19 de Agosto de 1848, filho de uma família parisiense de classe alta. Seu pai, Martial Caillebotte (1799-1874), era herdeiro da indústria têxtil de propriedade da família. Além disso, era também juiz no Tribunal de Comércio de Seine. Martial Caillebotte ficou viúvo duas vezes antes de casar-se com a mãe do pintor, Céleste Daufresne (1819-1878), que teve mais dois filhos após Gustave: René (1851-1876) e Martial (1853-1910). (…)

Pierre-Auguste Renoir

Pierre-Auguste Renoir (Limoges, 25 de fevereiro de 1841 — Cagnes-sur-Mer, 3 de dezembro de 1919) foi um dos mais célebres pintores franceses e um dos mais importantes nomes do movimento impressionista.
Desde o princípio sua obra foi influenciada pelo sensualismo e pela elegância do rococó, embora não faltasse um pouco da delicadeza de seu ofício anterior como decorador de porcelana. Seu principal objetivo, como ele próprio afirmava, era conseguir realizar uma obra agradável aos olhos. Apesar de sua técnica ser essencialmente impressionista, Renoir nunca deixou de dar importância à forma – de fato, teve um período de rebeldia diante das obras de seus amigos, no qual se voltou para uma pintura mais figurativa, evidente na longa série Banhistas. Mais tarde retomaria a plenitude da cor e recuperaria sua pincelada enérgica e ligeira, com motivos que lembram o mestre Ingres, por sua beleza e sensualidade. (…)

Entradas Mais Antigas Anteriores