Legislação indigenista e os ecos autoritários da “Marselhesa”: GUIDO THOMAZ MARLIÈRE e a colonização dos sertões do Rio doce

A estrategia de Guido Marlière para “pacificar” o presídio de Minas Gerais a partir de 1814. Como a sua política era ligada ao iluminismo e  liberalismo da época.

Veja aqui

Anúncios

Comentários desativados.

%d blogueiros gostam disto: